5 dicas para aumentar a segurança no seu condomínio

Segurança no condomínio: 5 dicas de proteção

O assunto está sempre presente no dia a dia de síndicos e administradoras de condomínios. Afinal, grande parte das escolhas por um condomínio é motivada pela segurança e, para assegurá-la, é necessário que os responsáveis pela gestão estejam atentos à mudança de hábito dos condôminos, à instalação de sistemas mais modernos e à capacitação de funcionários.

Nem sempre isso é tarefa simples, mas nós separamos algumas dicas que irão te ajudar a aumentar a segurança no seu condomínio. Confira!

1. Estabeleça normas claras

A primeira coisa que condôminos e funcionários precisam compreender é que a segurança de um condomínio só é eficaz quando um conjunto de medidas diversas é adotado. Portanto, o primeiro passo é o estabelecimento de normas claras que moradores e profissionais devem seguir no dia a dia, até que se torne um hábito.

Algumas dicas que você pode adotar imediatamente: não deixar as chaves do apartamento ou conjunto comercial na portaria, não acionar o portão automático da garagem a longas distâncias e realizar reuniões periódicas com os condôminos para tratar da segurança predial.

2. Contrate funcionários especializados

É importante se certificar de que os funcionários são capacitados para lidar com as normas de segurança estabelecidas, além de assegurar que os responsáveis pela manutenção do condomínio prezam por soluções mais assertivas, econômicas e que prezem pelo bem-estar dos condôminos.

Uma dica é que síndicos e administradoras realizem um período de testes para avaliar se porteiros, zeladores e outros colaboradores de fato são capazes de zelar pela segurança coletiva.

3. Use a segurança eletrônica

A instalação de câmeras de vigilância, sensores, sistemas de alarme e serviços de comunicação, entre outros, são grandes aliados de síndicos e administradoras para manter a segurança de um condomínio. Há ainda recursos físicos importantes, como a instalação de clausuras nas entradas de pedestres e de veículos, assim como a possibilidade de acesso via código pessoal ou por cartão de acesso individual.

Mas é sempre importante ressaltar que os equipamentos por si não fazem milagres. Seu condomínio precisa contar com um time de profissionais capaz de identificar anormalidades nas imagens e saber como agir em casos de emergência.

4. Os condôminos podem – e devem – colaborar

Mesmo com todo o equipamento e a medidas de segurança asseguradas, os condôminos precisam fazer a sua parte ao seguir atentamente as normas estabelecidas.

Não abrir as portas a estranhos, por exemplo, evita muitos problemas. Outra medida simples, mas de grande valia, é descer para receber entregadores de cartas, encomendas e comidas, não permitindo o acesso ao interior do prédio. Esse hábito precisa ser adquirido por quem deseja aumentar a segurança do condomínio.

5. Verifique a manutenção dos equipamentos

Grades, portões, elevadores, sistema de vigilância. Tudo deve estar operando normalmente para que síndicos e administradoras proporcionem o máximo de segurança aos condomínios. Portanto, invista na manutenção periódica destes e todos os demais equipamentos do edifício.

Uma dica é optar por soluções que exigem menos manutenção. Essa ação evita dores de cabeça com equipamentos parados e também reduz o número de pessoas estranhas entrando no edifício para realizar os consertos.

Um exemplo são os sistemas trocadores de calor para aquecimento de água em vez das antigas caldeiras, que proporcionam muito mais segurança e exigem menos cuidados com manutenção.

Os síndicos e administradores que seguem essas poucas normas irão proporcionar muito mais segurança aos condôminos. Em caso de dúvidas, contrate empresas especializadas. E se quiser saber mais sobre como melhorar a gestão do seu condomínio, não deixe de conferir outros conteúdos exclusivos da Fasterm!

Entenda a importância de gerenciar o condomínio de forma profissional e garanta a satisfação dos moradores!

 

0 respostas

Deixe uma resposta

Quer entrar na discussão?
Sinta-se livre para contribuir!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.