motel do futuro

Motel do futuro, já imaginou como será?

Atenção, moteleiro! Você já parou para pensar como será o motel do futuro? Esse assunto foi discutido em uma edição recente do MotelCast, o podcast produzido pelo Guia de Motéis e apresentado por Rodolfo Elsas.

O programa contou com a participação do Adelino Neto, um dos proprietários da Fasterm, que fez importantes contribuições para a discussão e trouxe várias novidades sobre o futuro dos motéis.

Preparamos um resumo com os principais pontos que foram debatidos no programa. Acompanhe!

Presença da piscina no setor moteleiro

No podcast foi discutido que a presença de piscinas em suítes é um diferencial para os motéis, uma vez que os valores dos quartos que contam com esse serviço podem ser mais altos. Porém, é preciso ter cuidado com os custos que isso gera.

Para tornar os motéis mais eficientes em termos financeiros, é importante ter um piscineiro na equipe, por exemplo. Adelino explicou que “o fato de contar com um profissional full time cuidando das piscinas faz com que elas se tornem realmente um diferencial”.

Se a piscina for um equipamento bem projetado e tratado, tende a atrair mais clientes. No entanto, a má utilização pode causar problemas, como para a saúde dos hóspedes e para as finanças do negócio.

Tratamento da água em piscinas

Adelino explicou que é preciso buscar eficiência no tratamento da água, para aumentar a visibilidade e trazer mais lucratividade para os motéis. Na visão do empresário, a administração de um conjunto de piscinas é simples, racional e econômica.

Ele também disse que a limpeza e o tratamento da água geram clientes fiéis para o motel e, por isso, são extremamente relevantes.

Apesar de o cloro ser o melhor desinfetante da água, não é o excesso dele que faz com que o tratamento seja melhor. É preciso utilizar o produto de forma correta e conforme orientam os órgãos de vigilância sanitária.

Adelino comentou que existem dois tipos de tratamento que devem ser feitos na água: um físico e outro químico. O primeiro se refere a retirar os sólidos com equipamentos e o segundo a aplicar produtos.

Atualmente, existe um sal próprio para o tratamento de piscinas, que se transforma em cloro com a ajuda de um gerador. Essa é uma tendência na qual o setor moteleiro precisa ficar de olho.

Além do sal, pode ser utilizado um tratamento combinado de cloro e ozônio. Essa prática evita a contaminação da água por agentes infectantes.

Automação de piscinas

Com o tratamento sendo realizado por meio do sal, ocorre uma automação das piscinas e o trabalho do piscineiro é facilitado. As atividades de limpeza e medição do pH continuam sendo responsabilidades desse profissional.

Apesar disso, já existem sensores que fazem a medição do pH da água e outras atividades. Isso tende a tornar o trabalho dos piscineiros nos motéis mais estratégico, uma vez que a função deles será checar se todos os equipamentos conforme o esperado entre uma diária e outra.

Aquecimento de água

Sobre o aquecimento da água, Adelino explicou que as bombas de calor são uma verdadeira tendência. Especialmente porque são mais eficientes e econômicas do que o método a gás.

As bombas de calor funcionam como um ar-condicionado ao contrário, retirando o calor do ambiente e transferindo para água. Essa medida permite que o motel economize energia elétrica.

Reaproveitamento da água no motel do futuro

O reaproveitamento da água de piscinas, banheiras e chuveiros é possível. Para isso, os motéis devem investir em sistemas de tratamento nos dias atuais, de modo a reduzirem custos e serem mais sustentáveis no futuro.

Isso é muito importante, uma vez que a água não é um bem infinito e, portanto, é preciso repensar nas formas de uso.

Adelino comentou que existem discussões para que sejam realizados tratamentos, de modo que o reuso seja algo frequente no setor moteleiro, em locais como jardins e descargas.

Geração de energia no motel do futuro

Adelino também disse que o motel do futuro deverá ter placas fotovoltaicas para a utilização de energia solar. Isso gera economia, até mesmo para a utilização das bombas de calor, tendo em vista que elas são movidas a eletricidade.

Esses foram os principais tópicos abordados no podcast para o moteleiro do futuro, que contou com a participação de um dos nossos sócios. Gostou das tendências que foram apresentadas?

Para saber mais, ouça o podcast na íntegra e confira a conversa. Temos a certeza que você gostará de ouvir mais sobre as novidades que podem ser implementadas no setor moteleiro!

0 respostas

Deixe uma resposta

Quer entrar na discussão?
Sinta-se livre para contribuir!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.