Tecnologia para condomínio: 5 tendências para o seu edifício

Tecnologia para condomínio: 5 tendências para o seu edifício

As inovações tecnológicas estão presentes em diversos setores da sociedade, englobando tanto o meio pessoal quanto o corporativo. Sendo assim, não há como fugir: se você administra um condomínio e busca soluções que facilitem o dia a dia dos moradores, deve conhecer o que há de mais novo em tecnologia para condomínio.

Em nosso blogpost de hoje compartilharemos  5 tendências em tecnologia que podem beneficiar não só seus condôminos, mas também você, síndico ou administrador de condomínio. Acompanhe e saiba mais!

O que você vai ler neste artigo:


1. Portarias eletrônicas

Inconsistência em vigilância e portaria são questões corriqueiras para síndicos que gerenciam condôminos com portaria física. Isso porque nem sempre os funcionários são altamente capacitados para lidar com imprevistos mais sérios. Neste sentido, é possível usufruir da tecnologia e contar com os sistemas de portarias eletrônicas.

A grande vantagem da ferramenta é a possibilidade de controlar a entrada e saída de moradores, funcionários e visitantes à distância. Além disso, estes sistemas são operados por profissionais especialistas em segurança, — além de estarem interligados às autoridades policiais.

Os porteiros eletrônicos podem, também, liberar apenas a circulação de pessoas previamente autorizadas, incluindo em determinados horários. Junto à solução, também é possível agregar segurança incluindo o uso de reconhecimento facial e biometria.

2.  Apps e redes sociais privativos

Dificilmente exista alguém que não possua nenhuma rede social. Nem que seja um aplicativo de mensagens no smartphone. A boa notícia é que a popularização das redes pode ser dedicada também à gestão de condomínios.

O gestor do condomínio encontra nos grupos de aplicativos privados um excelente mural de avisos. Desta forma, todos os condôminos podem ser informados sobre novidades e demandas, imediatamente a qualquer tempo.

A vantagem é que os apps ficam visíveis apenas à comunidade do condomínio, preservando a segurança de todos os moradores e informações que circulam na rede.

3. Gestão de informações na nuvem

Gerenciar todos os processos e informações na nuvem é o método mais seguro e otimizado de organizar e proteger dados. Isso vale para qualquer informação, desde dados pessoais à dados de contato, financeiros, documentais e operacionais.

Existem diversas ferramentas que suprem tal necessidade: Google Drive, Dropbox e OneDrive são algumas das mais simplificadas. Há também alguns aplicativos e softwares específicos, que conferem ainda mais facilidade à organização das informações.

4. Sistema de geração de energia

Manter a regularidade da energia elétrica é primordial em qualquer edifício, seja residencial, seja corporativo. Afinal, não há como ficar à mercê de quedas de energia — principalmente em meio à tempestade e outros fenômenos naturais.

Num primeiro momento pode parecer que o uso de gerador traz mais custo ao condomínio. No entanto, a longo prazo você perceberá que contar com uma fonte própria de geração de energia pode oferecer mais conforto, segurança e estabilidade ao edifício, bem como aos moradores.

5. Soluções de aquecimento de água para banho com bombas de calor

Água quente no banho é uma das exigências de todo o condomínio. Quando não há este conforto, certamente surgirão reclamações. Sendo assim, uma grande inovação que merece atenção é o processo de aquecimento de água através de bombas de calor.

No passado, as únicas opções para aquecimento de água eram o uso de chuveiro elétrico e aquecedores a gás. Em ambos os casos, o consumo de energia elétrica é preponderante. Com os aquecedores a gás, a questão também engloba os riscos de explosões, curtos-circuitos e similares.

Utilizando as bombas de calor, o condomínio pode obter, a longo prazo, uma redução de até 75% nos custos com aquecimento. Além da solução garantir água aquecida rapidamente, atingindo até 60º, bem como a redução de custos com manutenções.

Uma última informação bem relevante: o uso de bombas de calor também contribui com a sustentabilidade. Diferente dos aquecedores à gás, as bombas não dissipam monóxido de carbono.

Apostar em tecnologia para condomínio resulta em mais segurança, economia e otimização de processos. Por isso, avalie quais destas opções será bem aproveitada em seu edifício e considere a implementação.

Se você, síndico, já utiliza algumas destas ferramentas, deixe seu comentário. Compartilhe sua experiência conosco.

Até breve!

0 respostas

Deixe uma resposta

Quer entrar na discussão?
Sinta-se livre para contribuir!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.